31/10/2016 11:16:08
Inteligência em Compras parte 2: um case de sucesso entre IM e Compras
Colegas, bom dia!

O Leonardo Pellegrino, do nosso grupo do LinkedIn Inteligência de Mercado Brasil, relatou no grupo experiência bem sucedida de multinacional varejista alimentar no Brasil: “o caso Marca Própria”.
Vale a pena partilhar com vocês!
Segue abaixo.

Boa semana a todos,
Daniela Ramos Teixeira
Sócia Diretora Revie Inteligência
Gestora do grupo LinkedIn Inteligência de Mercado Brasil 5950+

"Acredito que as áreas de Compras já tenham soluções/softwares que tratam o processo de coleta de dados de forma rápida e eficiente. Mas a tarefa de análise das informações para um uso inteligente é negligenciado por: falta de tempo e recursos humanos, senso de urgência e velocidade na realização das tarefas, mas, principalmente, pela falta de conhecimento do potencial transformador/gerador de oportunidades.

A equipe de I.M., em parceria com a equipe de Compras, Comercial e Financeira, montou ferramenta de avaliação dos fornecedores de produtos Marca Própria do varejista.
Quem opta por Marca Própria, entre outras coisas, pretende: fortalecer imagem, desenvolver a fidelidade por meio de linha exclusiva, aumentar a força competitiva (variedade, imagem de preço e boa relação custo/benefício), ganhar poder de barganha com fornecedores de outras marcas, melhorar margens de lucro; etc. Portanto, avaliar os fornecedores era fundamental.

A ferramenta permitiu monitorar alguns elementos: saúde financeira do fornecedor, qualidade dos produtos, eficiência logística, dependência produtiva do fornecedor e rentabilidade.

Como resultado, a área de Compras, em parceria com área Comercial, passou a:
a) direcionar transações para fornecedores mais capacitados;
b) rever cláusulas contratuais de eficiência operacional;
c) orientar melhorias dos pontos fracos dos fornecedores (trabalhando em prol da sua recuperação);
d) reduzir pedidos / compras dos fornecedores que a ferramenta indicava dificuldades em negociação e/ou recuperação, mesmo passando pelo ponto c);
e) desenvolver nossos fornecedores (já nos níveis esperados de eficiência);

Os resultados excelentes obtidos: melhora dos KPI´s de Logística, Rentabilidade, Qualidade e Resposta do Consumidor (aumento de vendas).

Um case de sucesso entre IM e Compras, levado a outras filiais do grupo no grupo."
Leonardo Pellegrino

http://www.revie.com.br/page.php?name=blog&id=234&ano=2016&id=234&ano=2016

Envie seu Comentário

Nome *
E-mail *
Site
Comentário *