Artigo: O Rei Leão, Estratégias e Inteligência de Mercado
Publicado em 27/08/2019
Autor: Daniela Ramos Teixeira
leao.pngEsse artigo também está disponível no formato PDF. Só clicar em Download abaixo do artigo em texto.

Eu fui assistir ao novo filme do Rei Leão e vi vários exemplos de inteligência de mercado e estratégia no filme que compartilho nesse artigo.


O Rei Leão, como a maioria de vocês deve saber, é uma regravação de um filme que já existe. Eu vou relatar algumas cenas do filme e vai ter spoiler. Se preferir assiste ao filme primeiro e depois volta para ler o artigo!


A 1ª cena que me tocou foi quando o Rei chama Simba para conversar e diz “Tudo o que o sol Simba toca é o nosso reino.” E depois ele complementa que cabe a Simba proteger o reino.
Nós, profissionais de Inteligência de Mercado (IM)/ Inteligência Competitiva (IC), somos protetores da informação; ela não é nossa. O objetivo é que ela seja compartilhada com quem vai usar, com os tomadores de decisão na empresa. Nós somos responsáveis por identificar as necessidades da empresa em relação ao conhecimento que precisa ser gerado para a tomada de decisão, fazer a coleta, produzir as análises e disseminar esse conhecimento.


Saem na frente as empresas que trabalharem em rede construindo as suas redes de inteligência interna (RII) com profissionais agregadores de conteúdo e que possam contribuir com a área de Inteligência de Mercado.


Outro momento de reflexão no filme é que Simba não presta atenção nos sinais apesar das orientações do seu pai, o Rei, de não ir até o cemitério dos elefantes. Ele percebe o perigo e continua; acaba se aventurando sem pesar as consequências das suas ações. O profissional de IM/IC e estratégia tem que prestar atenção nos sinais e nós chamamos essa técnica de early warnings ou avisos de alerta.


Esses sinais podem vir do mercado, da concorrência, dos clientes e dos seus próprios parceiros e fornecedores. É importante criar um monitoramento periódico para identificar sinais fortes e, também, os fracos e neutros que podem se tornar fortes com a ‘dança’ do mercado.


Falando sobre concorrência, quando o Rei morre, o tio se aproveita de uma situação de vulnerabilidade, pois convence Simba a ir embora e, nesse ponto, o tio consegue eliminar a concorrência. Em Inteligência de Mercado buscamos constantemente neutralizar os concorrentes, reduzir o market share dos nossos concorrentes. É importante conhecer os seus concorrentes, suas fraquezas e o tio, sabendo da fraqueza do sobrinho, consegue tirá-lo de cena fazendo Simba se sentir culpado pela morte do pai.


Outro ponto que merece destaque é a questão da adaptabilidade. Simba conhece novos amigos na floresta que são o Timão e Pumba e tem que se adaptar ao estilo de vida deles que inclui até comer insetos. Quantas empresas desaparecem no mercado porque não conseguiram se adaptar e serem ágeis o suficientes para driblar os concorrentes? A Sony é um exemplo de adaptabilidade quando trouxe a câmera digital para o mercado desbancando a Kodak e a Fuji. E, mais recentemente, as vendas das câmeras digitais estão reduzindo continuamente por conta da evolução das câmeras nos celulares.


Outra cena impactante é quando o macaco leva Simba até o lago e pede para ele olhar que verá seu pai e é a sua própria imagem que reflete na água do lago. “Lembra de quem você é!” E Simba se convence que tem que voltar e lutar pelo seu reino.


É importante a empresa ter um forte posicionamento estratégico, ou seja, como a empresa se mostra para o mercado. Empresas com posicionamento forte são sinônimo de sucesso e, muitas vezes, a marca se confunde com o próprio produto como Bombril, Xerox, Gilette, Maizena e mais recentemente o Uber. É comum falarmos: “Chama o Uber.”


E termino esse artigo falando de futuro e recordando outra cena de impacto do filme quando Timão (o Suricato) diz para Simba que eles podem mudar o futuro e isso tem tudo a ver com Inteligência de Mercado e Estratégia Empresarial: ambas tem poderes para influenciar e mudar o ambiente competitivo e o rumo da empresa.


Esse artigo está disponível também no formato em vídeo no You Tube. Só clicar em Vídeo Rei Leão, Estratégias e IM


Daniela Ramos Teixeira é CEO e fundadora da REVIE Inteligência Empresarial, empresa de consultoria, processos, mentoria e capacitação em Inteligência Empresarial e Inteligência Competitiva/Inteligência de Mercado, Marketing e Vendas.
Trabalha com Inteligência aplicada aos negócios desde 2009, tendo ajudado mais de cem empresas de diferentes portes e setores.

e-mail: dteixeira@revie.com.br

Download (pdf 41 kb)

Envie seu Comentário

Nome *
E-mail *
Site
Comentário *